Fábrica de Startups cresce 80% em cenário de pandemia e tem grandes planos para o ecossistema brasileiro

Com metodologia inovadora, Fábrica de Startups cresce 80% em 2020Sobre a Fábrica de Startups

Mudar conceitos: essa é a missão da Fábrica de Startups. A empresa trabalha com grandes corporações e startups, fazendo negócios que levam à inovação e ao crescimento.

Assim sendo, a Fabstart Brasil atende 20 grandes marcas e auxilia no desenvolvimento de mais de 400 startups. Além disso, ela é responsável por gerar mais de R$10 milhões de deals entre companhias. Cocriando com a Shell Brasil, Unimed Rio e L’Oréal Brasil, em 2020, a companhia teve um crescimento de 80% em relação a 2019.

Origem da Fábrica de Startups

Desde que foi criada, na Europa, a marca tem conquistado seus objetivos. Nascida em 2012, a companhia trabalha a relação entre corporações e startups com o intuito de impulsionar o ecossistema do empreendedorismo para um novo patamar.

Após uma experiência bem-sucedida com os conceitos criados em Portugal, Ula Amaral, Hector Gusmão e Bruno Castello decidiram adaptá-los para a realidade brasileira. Assim, a Fábrica de Startups chegou ao Brasil em 2017, para protagonizar a transformação do ecossistema brasileiro em uma referência mundial. 

 

Cocriação com corporações e startups

No meio corporativo, a companhia resolve os problemas das grandes organizações que precisam inovar e se diferenciar dos seus concorrentes com soluções disruptivas. Em contrapartida, para startups, a marca supre a necessidade de apoio para o crescimento e lucratividade. Dessa forma, oferece deals, networking, conteúdo, mentoria e eventos. 

Ademais, com o objetivo de criar startups do zero, junto com seus clientes, a Fábrica de Startups anuncia seu novo produto: o Corporate Venture Building. O primeiro projeto já está em andamento. Junto a Hortifruti Natural da Terra, a empresa está criando uma startup para trazer maior eficiência logística e de custo com o intuito de mudar completamente a experiência de compra de alimentos.

“Nosso objetivo é ser parceiro de inovação de todos os nossos stakeholders, com um time sênior, próximo e acessível. Sabemos que só conseguiremos chegar em nosso propósito por meio dos nossos cases de sucesso, pela nossa flexibilidade e customização nos projetos feitos de acordo com os desafios de cada corporação, pelas diferentes soluções que já entregamos e também pelos novos modelos de negócios que ajudamos a criar”, diz Hector Gusmão, CEO da Fábrica de Startups. 

 

Metodologia Fabstart

A metodologia da Fabstart é inovadora e vai ao encontro de seu conhecimento do mercado. A fábrica de inovação tem o incessante trabalho de fortalecer todos os stakeholders do ecossistema, que os colocam à altura dos desafios que precisamos enfrentar todos os dias. Em um ambiente cada vez mais competitivo, a empresa está sempre acompanhando de perto o mercado e se destaca por operar em sintonia com um modelo ganha-ganha nas relações com as corporações, startups, ecossistema e academia. Suas ações e iniciativas estão sempre em busca de uma visão futura que seja, ao mesmo tempo, ambiciosa e atingível. 

“Para nós, a inovação nunca acaba. Temos metas ousadas e prazer em alcançar todas elas antes do previsto. Enxergamos os parceiros como verdadeiros pontos de experiências, pois nossos conteúdos são multicanais e possibilitam os empreendedores a evoluírem em seus negócios. Consideramos a Fábrica de Startups uma marca motivacional, que deixa as pessoas ansiosas para quererem realizar, fazer e inovar mais. Somos um ecossistema que possibilita aos empreendedores evoluírem em seus negócios”, conta o CEO.

Reposicionamento da marca

 

A empresa conta com uma equipe de 22 pessoas focadas em planejar e executar todos os momentos da jornada de inovação dos parceiros. No entanto, o plano é dobrar o número de colaboradores em 2021 e chegar a 102 pessoas em até 5 anos. 

Localizada em um espaço de 3200 m², no Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, a Fabstart entrega também cultura de inovação e construção de marca junto aos parceiros, tornando-se um único time de inovação. Prova disso é seu reposicionamento como fábrica de inovação. Ainda que em sua criação a empresa tenha assumido um posicionamento de aceleradora, a evolução do mercado fez com que a marca excedesse seu escopo e a limitação de um termo. 

“Crescemos, nos desafiamos e superamos alguns rótulos. Continuamos criando startups, mas fazemos muito mais que isso. Precisamos expandir a nossa percepção de atuação. A Fábrica de Startups é algo muito maior, é uma Fábrica de Inovação. Já que não temos uma definição exata que caiba o que somos e fazemos – sim, porque trazemos tanta disrupção em nosso DNA que não cabemos em um segmento, um vertical, um modelo pronto de negócio – criamos um termo que é somente nosso”, finaliza Ula Amaral, cofundadora e CMO da empresa.